O que você precisa saber sobre geotecnia

Já sabemos que a Ciência tem diversas ramificações, e que no campo das geociências não seria diferente não é mesmo?
Aqui no nosso blog já comentamos sobre diversos temas que cercam a geologia e a exploração mineral de modo geral. Hoje você acompanha um pouco do que é a geotecnia e qual a sua importância geral.

O que é geotecnia?

Enquanto a geologia é a ciência que estuda as rochas, o solo e minerais, a geotecnia é a parte que estuda o comportamento das rochas e dos solos de acordo a interferências realizadas pelo homem. 

Esses estudos se mostram eficientes tendo em vista que diversos materiais presentes na crosta terrestre são utilizados e suas propriedades e características de resistência e comportamento já foram observadas.

Assim sendo, já é de se esperar que seja um ponto fundamental na parte da construção civil, correto?

Aproveitando o gancho, quando acabar esse artigo dá uma olhadinha nesse aqui também! Minerais mais usados na construção civil.

Qual sua importância?

Bom, mencionamos no tópico anterior que é de se esperar que a geotecnia seja um fator primordial na construção civil. Mas por quê?

Então, a primeira coisa que te pergunto é o seguinte: quando investimos dinheiro numa construção, que leva bastante tempo e materiais esperamos que ela seja comprometida negativamente ou que se mantenha firme? Mais que isso, esperamos que ela se torne um risco para as pessoas ao seu redor e para o ambiente de forma geral?

Imagino que sua resposta seja não, e é aí que começamos a explicar melhor a importância desse estudo.

A geotecnia é considerada o primeiro passo para uma obra de engenharia ser iniciada de forma segura. Nesse sentido não contemplamos apenas atividades da engenharia civil, mas isso você verá adiante no tópico ‘’geotecnia na mineração’’.

Em outras palavras, a geotecnia visa oferecer informações importantes relacionadas à geologia e os fenômenos que podem ser desencadeados com a atividade a ser executada sob o solo.

Qual o perfil do profissional?

Em síntese, a pessoa que atua como geotécnico precisa obrigatoriamente compreender disciplinas que competem a temas como mecânica das rochas e dos solos, geologia geral e estrutural. Isso porque não é possível trabalhar com aspectos de resistência e características desses materiais sem antes ter conhecimento dos seus respectivos comportamentos. 

No campo de trabalho, os procedimentos vão além dos aspectos geológicos, pois devem ser levados em consideração aspectos ambientais, sociais e econômicos e operacionais.

Dentre as atividades realizadas, uma das mais importantes é a sondagem, que é responsável, entre diversas razões, por avaliar e comprovar as camadas existentes no terreno em questão e o tamanho médio de cada uma delas (e por consequência do que são compostas). Pontos como localização de corpos de água, como os lençóis freáticos também são analisados e é parte fundamental para que seja possível evitar danos causados por erosão, por exemplo.

Sondagem na Mineração: Métodos e Equipamentos - Saga Consultoria
Amostras provenientes de sondagem. Fonte: Reprodução.

Falando em sondagem… já viu nosso artigo sobre o tema? Não esquece de dar uma passadinha para conferir nesse link aqui: Sondagem na mineração.

Ah, cabe mencionar aqui que engenheiros de minas e geólogos também podem atuar com a geotecnia, certo?

Divisões da geotecnia

A geotecnia pode ser dividida em dois grupos principais, para facilitar a compreensão das suas responsabilidades, são elas a geotecnia básica e geotecnia aplicada, entenda melhor a seguir:

  • Geotecnia básica: de modo direto, é o segmento que compreende atribuições dos estudos de geologia, mecânica das rochas e dos solos; 
  • Geotecnia aplicada: se refere a estabilidade de taludes nos mais diversos nichos, sejam na mineração, em rodovias, fundações barragens e em outros diversos assuntos.

Principais aplicações da geotecnia

De acordo com o que mencionamos até aqui, já deu pra perceber que o campo de atuação das atividades de geotecnia é bem grande, não é? Bom, se ainda não foi o suficiente não se preocupa que esse tópico aqui é dedicado às aplicações desse segmento! Vamos lá.

  • Construção de barragens;
  • Estabilidade de taludes e encostas;
  • Obras subterrâneas;
  • Estabilidade de maciços rochosos;
  • Prevenção de deslizamentos;
  • Prevenção de desmoronamentos;
  • Contenção da ocupação de encostas;
  • Preservação de lençóis freáticos.
Análise da estabilidade de taludes
Fonte: Reprodução.

Assim como diversas atividades e obras precisam de um constante acompanhamento, com a geotecnia não é diferente. O primeiro passo sempre é o estudo de viabilidade e ensaios geotécnicos, mas o monitoramento deve ser realizado durante toda vida útil da estrutura para fins de certificação de segurança.

Geotecnia na mineração

Sabemos que a mineração é uma atividade que depende diretamente da exploração do solo, seja acima ou abaixo dele. De todo modo, com exceção de alguns minérios específicos que não necessitam da extração com utilização de desmonte, a lavra ocorre tanto a céu aberto quanto no meio subterrâneo. 

Dessa forma, a depender do maciço que estiver sendo explorado, ou da forma aplicada no desmonte, como a de bancadas por exemplo, pode ocorrer a formação de taludes, que por sua vez necessitam ser estabilizados e contidos, pois além de comprometer a segurança, podem influenciar a uma não viabilidade de continuidade na exploração, e é aí que a geotecnia entra para conter e devolver a estabilidade dessas regiões.

Consegue visualizar a dimensão que a mecânica de rochas alcança para entregar esses resultados?

Podemos mencionar também a necessidade de estabilidade nas barragens de rejeito, que você pode conferir melhor o funcionamento e tipos neste artigo aqui: Tipos de barragens e suas aplicações. Ademais, obras para fechamento de mina, descomissionamento de barragens e outras atividades também utilizam diretamente das ferramentas que a geotecnia oferece.

Geotecnia: Entenda o que é e suas aplicações - Blog Geoscan
Fonte: Reprodução.

Concluindo

A geotecnia é uma ciência fundamental para a plena execução das mais diversas atividades no campo da extração e construção civil, sendo responsável por estudos e ensaios que permitem uma maior segurança para as obras realizadas e para todos os que estão envolvidos direta ou indiretamente com algum desses aspectos. Ademais, lembre-se de buscar um profissional devidamente capacitado para exercer e garantir um bom funcionamento das atividades que necessitem dos requisitos da geotecnia.


E aí, nosso conteúdo te ajudou? Deixa aqui seu comentário e não deixe de nos acompanhar nas nossas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *