Platina e os usos desse metal precioso

Platina, você sabe o que ela é?  para que ela serve? onde é encontrada? 

Acho que você quer saber já que está aqui, então é só continuar por aqui que você vai saber tudo isso e muito mais!

O que é Platina? 

O nome Platina surgiu da palavra em espanhol platina, diminutivo de plata “prata”. O metal parece prata, e os espanhóis a princípio pensaram que era um tipo inferior de prata, daí o nome platina. Foi obtido pela primeira vez das colônias espanholas no México e na Colômbia, trazido para a Europa em 1735, e identificado como elemento 1741. 

Fonte: Reprodução.

A platina é o elemento de sigla Pt da tabela periódica tem o número atômico de 78. Sua descoberta fez com que fosse criada sua família na tabela periódica que atualmente contém os seguintes átomos: Paládio (Pd), Ródio (Rh), Irídio (Ir) e Ósmio (Os).

Ela apresenta um alto ponto de fusão que é de 1768°C além de uma boa resistência à corrosão, esses atributos dizem muito sobre os usos deste metal, mas vocês sabem os usos delas? 

Para que é usada? 

Quando se pensa em platina muitos lembram do seu uso em próteses, mas esse não é o único nem o mais comum uso da platina, uma vez que ela tem diversos usos.

Uso de platina em joias

A platina também é um metal precioso pouco reativo e é conhecida por sua resistência à corrosão e manchas ao ar livre. Além disso, a platina não oxida em nenhuma temperatura.

A platina é rotulada como um ‘metal nobre’ porque resiste à ação química, não corrói e não reage facilmente com ácidos. Mesmo as seções mais finas de platina são fortes e resistentes.

A platina 0,999 pura é um pouco mais dura que o ferro 0,999 puro e não se desgasta nem deforma facilmente. Sendo um metal precioso altamente dúctil e maleável com um brilho prateado. Portanto, joias de platina normalmente mantêm sua forma e, portanto, fornecem talvez a configuração melhor e mais segura para diamantes.

A platina é utilizada em brincos de diamantes, anéis de dedo, pingentes, pulseiras e muito mais. Todos são bastante populares, especialmente no mundo oriental.

Cerca de 35% da platina extraída em 2017 foi demandada por usos de aplicações de joias de platina.

Uso como catalisador

Como catalisador, a platina tem muitas aplicações, notavelmente em conversores catalíticos automotivos, usados para reduzir a descarga de gases nocivos e poluentes do motor de combustão interna.

Também é utilizada em diversos processos da indústria petroquímica.

Uso como investimento

Assim como a prata, ouro e outros metais preciosos, a platina é utilizada como uma formada de investimento e reserva de valor.

A platina é relativamente escassa mesmo entre os metais preciosos. Sendo assim, a platina tende a ser negociada a preços unitários altos.

A Platinum é negociada na New York Mercantile Exchange (NYMEX) e no London Platinum and Palladium Market. Para serem vendáveis ​​na maioria dos mercados de commodities, os lingotes de platina devem ser testados e marcados de maneira semelhante à forma como o ouro e a prata são.

O preço da platina muda junto com sua oferta e demanda; durante períodos de estabilidade e crescimento econômico sustentado, o preço da platina tende a ser o dobro do preço do ouro; considerando que, em períodos de incerteza econômica, o preço da platina tende a diminuir devido à redução da demanda, caindo abaixo do preço do ouro, em parte devido ao aumento dos preços do ouro.

Outros usos da platina

  • O investimento em platina é um fenômeno relativamente novo, dado que a sua popularidade começou recentemente no NYMEX na década de 1970.
  • Muitas vezes misturada com cobalto, a platina é usada para obter ímãs permanentes fortes.
  • A platina pode ser usada em contatos elétricos de baixa tensão e fios de resistência elétrica.
  • Atualmente a platina também é usada em Termoresistores (RTDs), que são amplamente utilizados para medir temperaturas industriais.
  • A platina está presente nas fibras ópticas e nos vidros das telas de cristal líquido, principalmente nos laptops.

Onde é encontrada?

A platina é um mineral muito raro de se encontrar na superfície terrestre, raro de tal forma que chega a valer mais que o ouro, o mesmo pode ser encontrado em forma de pepitas, porém na sua maioria, juntamente com o restante dos metais do grupo da platina, é obtido comercialmente como subproduto da mineração e processamento de níquel e cobre.

Fonte: Reprodução.

Atualmente, a platina pode ser encontrada em pequenas quantidades em dezenas de países, mas apenas cinco representam cerca de 97% da oferta mundial. As maiores fonte deste minério estão localizados na África do sul
que é responsável por 80% da produção, Rússia, Zimbábue, Canadá e Estados Unidos na sequência, esses países apresentam uma espécie de monopólio do comércio internacional deste bem, já que ele é muito raro de ser encontrado na abundância suficiente para a exploração.  

Fonte: Reprodução.

Curiosidade

No Japão, em 1985 foi exposto um vestido feito à mão com fios de platina, que pesava 12 kg e era avaliado em um milhão de dólares.


Espero que tenha aprendido mais um pouco sobre a platina, acompanhe o nosso blog e saiba mais sobre mineração. E é claro, em caso de dúvidas não deixe de entrar em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *