Conheça as maiores minas de Ferro do Brasil

Você sabia que o minério de ferro tem uma importância histórica? Bom, se não sabia, agora te digo que ela foi essencial no desenvolvimento da humanidade, com indícios de uso desde a Pré-História. Interessante, não é mesmo?

Então continua a leitura que tem muita coisa legal pra você descobrir, vamos lá!

História e aplicações do minério de ferro

Bom, como dito anteriormente, o minério de ferro tem indícios de uso, há cerca de quatro milênios a.C., na Pré-História. Foram descobertos alguns objetos de ferro em explorações arqueológicas na pirâmide de Gizé, no Egito e na China.

Além disso, o ferro é a matéria-prima do aço, que é usado na produção de ferramentas, máquinas, veículos, linhas de transmissão de energia elétrica, como elemento estrutural para a construção de edifícios e casas, além de possuir uma infinidade de outras aplicações. Estima-se que a utilização do aço remonta há cerca de 2550 anos a.C.

No cenário mundial, o Brasil é um dos maiores produtores de minério de ferro, sendo que os principais estados produtores são: Minas Gerais e Pará. Diante disso, trouxemos algumas das maiores minas de minério de Ferro presentes no Brasil para fins de curiosidade e aprendizado.  

Quais as maiores minas de ferro no Brasil?

Mina Serra Norte: Essa mina pertence à empresa Vale e faz parte do grande complexo mineral da Serra dos Carajás, uma grande cordilheira presente no estado do Pará e por conta de sua enorme extensão essa serra se subdivide em regiões, denominadas: Serra Norte, Serra Sul, Serra Leste, entre outras. Dando ênfase a Serra Norte, esta fica situada no município de Parauapebas-Pa, nela temos a maior mina de minério de ferro a céu aberto do mundo, com o maior teor de ferro e mínima concentração de contaminantes, sendo responsável pela produção de 150 milhões de toneladas de ferro ao ano.

Serra dos Carajás; fonte: Reprodução

Mina Serra Sul: Também pertencente à empresa Vale, essa mina está localizada na Serra dos Carajás, no município de Canaã-Pa, essa mina também é responsável pela extração do minério de ferro, tendo produzido cerca de 58.000.00 de toneladas no ano de 2018. Sua forma de operar se utiliza do sistema de “truckless”, um sistema de manuseio de minério de ferro que não utiliza caminhões para levar o minério para os britadores (máquinas responsáveis por receber o material lavrado, fragmenta-lo e depositá-lo nos transportes móveis). Dessa forma, graças a esse sistema a operação tem maior eficiência e menor impacto ao meio ambiente, já que todo o processo de beneficiamento do minério de ferro é feito a umidade natural dispensando o uso da água, o que diminui o consumo de água e energia, além de eliminar o uso de barragens de rejeitos.

Truckless; fonte: Reprodução.
Mina Serra Sul; fonte: Reprodução.

Mina Serra Leste: A mina de Serra Leste está localizada no município de Curionópolis-PA, ela é propriedade da empresa Vale e entrou em operação no ano de 2014. A mina aumentou a produção de minério de ferro dos tipos fino e granulado do complexo de Carajás, nela é utilizado o processo de beneficiamento a seco (umidade natural) que garante um menor consumo de água e contribui para a redução dos custos operacionais, assim como a redução do impacto ambiental.

Mina Serra Leste; fonte: Reprodução.

Mina do Sapo: Essa mina pertence à empresa Anglo American e está localizada na cidade de Conceição do Mato Dentro-MG. No ano de 2016 essa mina passou por um processo de expansão com a implementação do sistema Minas-Rio, uma operação entre os estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro com a finalidade de exportar o minério de ferro fazendo uma total integração entre a mina, a usina de beneficiamento, o mineroduto e o terminal dedicado no Porto de Açu-RJ. Sua produção no ano de 2018 foi de cerca de 40.400.00 toneladas de ferro.

Mina do Sapo, fonte: Reprodução.

Mina Casa de Pedra: Uma das mais antigas minas ferro em operação no Brasil, ela pertence à empresa CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), está localizada na cidade de Congonhas-MG e detém mais de 6 bilhões de toneladas em recursos e 3 bilhões de toneladas em reservas. Essa mina possui atualmente uma capacidade de produção de 30 milhões de toneladas por ano e os produtos resultantes do processo de beneficiamento são: granulado (tem granulometria entre 6,3 mm e 31,7 mm e forma irregular), sinter feed (partículas com tamanho variando entre 0,15 mm e 6,3 mm) e pellet feed (partículas finas, com granulometria abaixo de 0,15 mm).

Mina Casa de Pedra; fonte: Reprodução.

E aí, já conhecia alguma dessas minas que mencionamos aqui? Sabia que a maior mina de ferro a céu aberto do mundo fica aqui no Brasil? Deixa aqui nos comentários o que você achou, e não se esqueça de nos acompanhar nas redes sociais! 🙂

1 comentário em “Conheça as maiores minas de Ferro do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *