O garimpo ilegal no Brasil e seus impactos

Apesar de ser uma forma importante para a subsistência em comunidades mais pobres em algumas regiões, o garimpo ilegal representa um perigo para a fauna e flora do nosso país. Venha com a CristalJr e entenda mais sobre o tema.

Qual a diferença entre garimpo e mineração?

Em um primeiro momento, é comum associarmos a mineração com a garimpagem, uma vez que ambos lidam diretamente com a extração de minérios do solo. A diferença está na estrutura utilizada para tal. Em uma mineradora tradicional, temos uma grande infraestrutura que é projetada para explorar uma grande jazida, que tem uma vida útil prolongada e vale o investimento.

Mineração tradicional. Fonte: Reprodução.

Já o garimpo é uma categoria da mineração, onde a atividade mineradora é realizada de maneira artesanal e rústica, geralmente com equipamentos e ferramentas mais elementares. Outro ponto importante é que o garimpo é mais voltado para minerais mais preciosos como ouro, diamante e esmeralda

pois são mais rentáveis mesmo com uma extração em menor escala. O garimpo é ilegal quando ocorre em áreas maiores que 50 hectares ou é realizado em áreas de proteção ambiental e territórios indígenas.

Garimpo ilegal em Serra Pelada. Fonte: Reprodução.

O que diz a legislação brasileira sobre essa atividade?

Também é comum associarmos o garimpo à uma atividade ilegal, o que não é verdade. Baseado em informações da analista de conservação do WWF-Brasil, Deborah Goldemberg, existem cerca de 1.800 permissões de atividades garimpeiras legais no Brasil pertencentes a indivíduos ou cooperativas com permissão do Estado para extrair em propriedades privadas. Apesar dos processos para regularizar um garimpo não serem tão burocráticos e demorados como em uma mineração tradicional, a recorrência a garimpagem da forma ilegal é muito alta devido à rentabilidade rápida e a falta de uma fiscalização eficiente (ultimamente estamos observando mais incentivos a essa prática do que mecanismos mais eficientes para as mitigar). A constituição brasileira regulamenta a mineração e suas subcategorias nos artigos 20°, 21°, 174° e 175°. De uma forma resumida, é definido todos os termos e etapas que uma mineradora ou um garimpo devem seguir para que exerçam suas atividades em conformidade com a lei.

Quais os principais impactos no meio ambiente?

Como toda atividade de extração, o garimpo também causas alguns impactos ambientais que são ainda mais ampliados quando feito de maneira ilegal. As invasões de áreas protegidas chamam bastante atenção pois, de acordo com o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) no período entre 2010 e 2020, a área ocupada pelo garimpo dentro de terras indígenas cresceu 495%; no caso das unidades de conservação, o crescimento foi de 301%. Esse aumento chamativo tem como consequência o desmatamento desses santuários ambientais que muitas vezes são o que sobrou da vegetação que era predominante no local. Além disso, dentre as técnicas utilizadas pelos garimpeiros está o mercúrio (utilizado para clarear a água e a visualização do mineral), que é extremamente tóxico para os seres humanos.

Consequências de um garimpo ilegal. Fonte: Reprodução.

Um outro problema que é consequência dessas invasões e que tem uma maior repercussão na mídia são os conflitos com os povos indígenas e quilombolas. Sempre existiu esse embate, porém nos últimos anos com o afrouxamento da fiscalização, houve um aumento de 80000% nos casos de conflitos violentos entre garimpeiros e essas comunidades tradicionais. As ocupações constantes no Rio Madeira e os conflitos nas comunidades indígenas como os Yanomami, Waikás, Xipaya, Kanamari têm levado a muitas perdas, como o recente homicídio do jornalista inglês Dom Philips e do indigenista brasileiro Bruno Pereira que estavam investigando alguns garimpos ilegais na região indígena do Vale do Javari, AM. Outros incidentes como o sumiço da aldeia indígena Yanomami e a morte de diversos outros líderes indígenas e defensores da causa chamam bastante atenção para esse tema aqui em nosso país.

Garimpo ilegal provocou 90% das mortes por | Direitos Humanos
Canteiro de garimpo ilegal. Fonte: Reprodução.

Conclusão

Vimos durante a leitura do texto que a problemática dos garimpos ilegais aqui em nosso país necessita de mais atenção dos órgãos responsáveis pois o crescimento vem de forma constante nos últimos anos e não tem sinais de melhora, já que o preço dos metais preciosos está em alta no mercado internacional.


Gostou do contéudo da semana? Espero que sim! Caso tenha tido alguma dúvida ou queria conversar conosco, pode entrar em contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *