Conheça a história da mineração no Brasil

Você tem ideia sobre como a história do Brasil foi impactada com a mineração dos recursos naturais? Como a descoberta de reservas de ouro ressignificaram as riquezas locais?

Então, neste artigo abordaremos sobre a mineração no Brasil falando sobre momentos importantes que geraram impacto no país e transformou a vida, não só dos brasileiros, mas como também a vida de outros povos. 

Primeiras ocorrências da mineração de minérios no país 

Um fator importante para o início das descobertas de minérios no solo brasileiro foi o problema ocorrido na exportação de outro bem natural: o açúcar. Isso ocasionou uma grave crise no século XVII. Com isso, a atividade agropastoril foi deixada um pouco de lado e surgiram as migrações para regiões mais ao interior do país, a fim de explorar o solo. 

Cerca de 30 anos depois, a intensificação das expedições, que infelizmente trouxera mais cobranças aos índios e também destruições de quilombos, teve êxito. Foram encontradas enormes reservas de ouro em Minas Gerais, na região que ficou conhecida logo depois como Vale do Ouro Preto, atraindo centenas de bandeirantes paulistas e aumentando a riqueza do local. 

Posteriormente, foram encontrados mais reservas de ouro em Goiás e no Mato Grosso, onde eram encontrados inicialmente em forma de aluviões, nós já falamos sobre aluviões em um outro artigo, caso queria saber mais clique aqui!  

Com essas novas descobertas tivemos então, a época denominada de Mineração Colonial do Brasil, intensificando ainda mais a migração de pessoas de outras regiões da colônia e de Portugal para essas áreas, e também muitos nativos e africanos escravizados que foram obrigados a realizar as atividades minerárias, compondo a base da mineração no Brasil. 

O extrativismo mineral se tornou então, a principal atividade econômica do Brasil no século XVIII. 

Ouro no Brasil: Entenda como está a exploração desse minério.
Figura 1: Ouro. Fonte: Reprodução.

O ciclo do ouro 

No final do século XVII, o Brasil passava a ter como sua principal atividade econômica a extração e exportação de ouro, como falamos anteriormente, sendo assim, uma fase de esperança para Portugal, o seu colonizador, que sofria dificuldades econômicas por conta da má administração e de desastres naturais. 

Nessa época, as jazidas que foram encontradas em Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás foram divididas em lotes auríferos para a exploração. Com isso, a população do Brasil também crescia, aumentando de 300 mil para 3 milhões de pessoas aproximadamente. E, a fim de fiscalizar melhor as regiões de mineração, a capital do Brasil deixava de ser Salvador e se tornava a cidade do Rio de Janeiro.  

Com o esgotamento das minas, o ciclo do ouro entrou em declínio no final do Século XVIII. 

Ciclo do Ouro
Figura 2: Ciclo do ouro. Fonte: Reprodução 

Consequências da mineração 

Durante o ciclo do ouro um outro fato que aconteceu foi a aumento do abuso e da dominação do Brasil pelos países europeus, isso devido aos altos impostos definidos pela coroa Portuguesa sobre os minérios extraídos, taxados pela Casa de Fundição. 

Para controlar os ganhos com a exploração e garantir o lucro para a coroa portuguesa foram criados alguns mecanismos, como: o Quinto, a Derrama e a Capitação. Com isso, a população brasileira sofria punições, cobranças e abusos políticos, que geraram vários conflitos, como por exemplo a Inconfidência Mineira. 

Com o fim do ciclo do ouro, parte da população foi sujeita a ficar à margem da sociedade devido à grande desigualdade econômica, essas pessoas precisaram recorrer a agricultura para garantir a sobrevivência. 

Principais áreas de mineração no Brasil 

Nos dias atuais, o Brasil continua firme na exploração de suas riquezas naturais, sendo um país com grande destaque no setor mineral mundial.  

A seguir, listamos as principais áreas de mineração no país hoje, por região. 

Norte: Pará, Amazonas e Rondônia; 

Nordeste: Bahia; 

Centro-Oeste: Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; 

Sudeste: Minas Gerais e São Paulo; 

Como podemos ver, mesmo após séculos os locais com as primeiras jazidas de ouro continuam sendo explorados, não só devido as jazidas de ouro, mas também pela ocorrência de outros minérios. 

Importância da mineração para o Brasil 

A mineração do Brasil não só gerou impacto no período do Brasil Colônia, mas continua, ainda, sendo uma das atividades mais importantes para o desenvolvimento do país e também do mundo. 

Atualmente os principais minérios explorados no país de acordo a ANM são: ferro, ouro, cobre, manganês, estanho, níquel, nióbio e alumínio, onde somados chegam a aproximadamente 98% da produção mineral comercializada no Brasil. Eles são importantes obras primas para vários seguimentos da economia, seja do setor de construção, siderúrgico a até mesmo o farmacêutico.  

Além de atrair os investimentos nacionais e estrangeiros, a mineração brasileira, também é uma propulsora de empregos, sejam eles diretos, com profissionais atuando diretamente na extração mineral, e indiretos vindo através da indústria abastecidas pela mineração.  


Nesse artigo contamos sobre como se deu o início da mineração no país, seus impactos negativos e positivos. Então, muito interessante a história da mineração no Brasil, não acha?  

Mesmo com as várias consequências, a mineração continua sendo muito importante para o desenvolvimento de muitas outras áreas.

Enfim, esperamos ter contribuído mais para o seu conhecimento e ficaremos muitos gratos com o seu comentário, conta pra gente o que achou! E não se esqueça de nos acompanhar nas redes sociais. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *