Mineral, minério e depósito mineral: quais as diferenças entre eles?

Em algum momento da sua vida, você já deve ter escutado que a mineração é fundamental para a economia e que a maior parte das coisas que temos ao nosso redor é resultado dessa atividade. Justamente pela presença no nosso dia a dia. Vamos entender a diferença entre mineral, minério e depósito mineral?

O minério é retirado da crosta terrestre na sua forma bruta e, posteriormente, chega até você, após os processos de transformação, como outro utensílio.

Por exemplo, o aparelho que você está usando para ler esse artigo, possui minerais na sua estrutura.

A utilização dos minerais tem uma longa história para a sociedade. Uma vez que as primeiras ferramentas usadas se referem ao período paleolítico quando o sílex era o principal material para produzir ferramentas que ajudariam na caça dos nossos antepassados.

Qualquer atividade industrial, agrícola, entre outras, dependem diretamente dos minerais e minérios.

O que é um depósito mineral?

Agora que você já viu a importância dos minerais e minérios, é necessário saber que os depósitos minerais são formações naturais de origem geológica bem antiga.

Desde a solidificação das primeiras rochas do planeta que passaram por diversas transformações até se tornarem os depósitos que temos nos dias de hoje.

Cada depósito mineral é único, pois foi formado e alterado particularmente. Isso quer dizer que você nunca vai encontrar dois depósitos iguais, mas eles podem ser semelhantes, o que vai permitir a classificação dos depósitos.

É comum encontrar depósitos com minerais metálicos associados a eles, mas existem muitos outros com propriedades não metálicas e que, ainda assim, agregam imenso valor na produtividade de outros insumos industriais, como é o caso dos materiais de construção e até mesmo em produtos farmacêuticos.

Diferença entre depósito e jazida

Como você já sabe, os depósitos minerais são formações que concentram rochas e minerais com alguma utilidade para o homem.

No entanto, a jazida é, unicamente, o agregado de substâncias minerais presentes na superfície ou interior da Terra, que possuem valor econômico agregado, seja ela na forma pura ou associada à outra.

Apesar de ser chamado de jazida mineral, o termo inclui substâncias fósseis de origem orgânica, como o petróleo, gás natural e carvão mineral.

Alguns tipos de depósitos:

Os depósitos podem ser classificados a partir de vários parâmetros, mas cada um deles segue algum critério. Alguns desses critérios são:

– Utilização comercial do mineral x minério (também chamada de commodity).

– Morfologia (forma do corpo mineralizado).

– Origem (Ígneo metamórfico e sedimentar).

Depósito de Cromita. Foto: Reprodução.

Mineral X Minério

O que é mineral?

Minerais são corpos naturais e sólidos originados de processos inorgânicos. São classificados a partir de sua composição química e organização do sistema cristalino (que vai definir a forma do mineral).

Vale mencionar que os minerais podem ser formados na Terra, como também podem ser formados em corpos extraterrestres, como meteoritos.

Além disso, o que deve ser considerado na hora de fazer a identificação dos minerais? É o que veremos agora.

• Cor (a coloração externa do mineral);

• Dureza (definido pela escala de Mohs);

• Densidade (quantas vezes o mineral é mais pesado que um volume igual de água);

• Clivagem (nível de ruptura numa superfície plana);

• Brilho (capacidade de refletir luz);

• Traço (a cor do pó do mineral);

• Hábito (forma geométrica tridimensional do mineral);

• Transparência (translúcidos ou opacos).

O que é minério?

Minério pode ser definido como um mineral ou associação de minerais(rocha) que possui viabilidade econômica para ser explorado. Geralmente são encontrados em rochas onde vários minerais estão agregados e um deles é o mineral de interesse para ser extraído.

Principais minérios do Brasil

Como foi visto até aqui sobre a importância da mineração, conceito de mineral x minério, entre outros temas, nada melhor do que conhecer alguns dos principais minérios extraídos no Brasil. Ainda mais quando estes representam cerca de 98,6% do valor de toda produção mineral brasileira que é comercializada, de acordo com a ANM (2017).

• Alumínio

• Cobre

• Estanho

• Ferro

• Manganês

• Nióbio

• Níquel

• Ouro

Leia também: Conheça os principais recursos minerais explorados no Brasil e algumas curiosidades

Concluindo…

Nesse artigo apresentamos alguns pontos fundamentais sobre mineral, minério e depósito mineral, nele exemplificamos alguns tipos de depósitos, e os principais minérios aproveitados no Brasil.

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário ou pergunta, estamos a disposição para responder!

1 comentário em “Mineral, minério e depósito mineral: quais as diferenças entre eles?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *